Tecnologia do Blogger.

Dia do Rock - 5 biografias

by - 10:30

Olá pessoas, como vão?!

Hoje é o dia mundial do Rock, e para comemorar essa data vamos deixar aqui 5 biografia desses astros que contribuíram para a história da música!

David Bowie. História, discografia, fotos e documentos.





Na caixa David Bowie, composta por livro e 20 itens de memorabilia, fãs e colecionadores vão encontrar farto material para recordar a vida e a carreira desse astro tão icônico. No livro, são narradas as quatro décadas de carreira do “camaleão do rock ”, que quebrou paradigmas, reinventou-se na música e no visual, transitando por muitos estilos, e sempre surpreendeu público e crítica.

 Todos os álbuns, de David Bowie (1967) a Blackstar (2016), são comentados, mostrando a relevância de cada um no cenário da música pop e as principais influências, e trazem ficha técnica, com data de gravação e de lançamento, produtores, gravadora, faixas, músicos que participaram e posições nas paradas de sucesso norte- -americana e britânica. 

Entre os itens encartados, estão pôsteres, fac-símiles de ingressos de shows e contratos, fotos avulsas e folhetos de divulgação. Bowiemaníacos vão viajar pela trajetória do cantor, com sua discografia, filmografia, a parceria criativa bem-sucedida com artistas como Iggy Pop e Nile Rodgers, as turnês arrebatadoras e o impactante fim com o lançamento de Blackstar dois dias antes de sua morte.



Eu sou Ozzy



Ozzy Osbourne é um dos nomes mais importantes no rock. Ao formar a banda Black Sabbath, ele ajudou a moldar um estilo que, anos mais tarde, se tornaria conhecido no mundo todo e adorado por milhares de fãs. Além do impacto musical, sua personalidade carismática e desvairada foi responsável por sua popularidade. Nos anos loucos em que esteve à frente do Sabbath, Ozzy protagonizou episódios de exageros com drogas, os quais resultaram em sua saída do grupo. 

Iniciou uma carreira solo bem-sucedida, também permeada pelos excessos. Após a morte trágica do guitarrista de sua banda e grande amigo Randy Rhoads em um acidente de avião, Ozzy diminuiu o ritmo e a intensidade de seu comportamento, mas nunca o talento. Lançou discos excelentes que se tornaram clássicos e voltou a se reunir em algumas turnês com a antiga formação do Black Sabbath. Formou uma família tão feliz quanto insólita, o que lhes rendeu o convite para protagonizarem um reality show na MTV, 'The Osbournes'. Nesta autobiografia, o “madman” conta em detalhes e com muito humor sua trajetória de sucesso, escândalos, amor e muito rock ‘n’ roll.



Heavier than heaven. Mais pesado que o céu



Heavier Than Heaven apresenta a vida singular de Kurt Cobain, o mítico líder do Nirvana, banda que revolucionou o estagnado mundo da música pop no início da década de 1990, com o lançamento do clássico álbum Nevermind. Em capítulos que evoluem em ordem cronológica, Charles Cross traça a vida de Cobain desde sua infância, quando ele morava no interior de um trailer numa cidade perdida do estado de Washington, até a conquista da fama, do sucesso e da adoração de toda uma legião de fãs. 

Heavier Than Heaven revela os dramas familiares que instigaram a criatividade musical de Cobain, a história da geração que moldou seu caráter e sensibilidade, detalhes do vício pela heroína, os planos suicidas e seu estranho e conturbado caso de amor com Courtney Love. Analisando relatos médicos e policiais, e cartas do próprio músico, Charles Cross também revela fatos novos sobre a saúde de Cobain, sua depressão e seus últimos dias.


Paul McCartney



Nesta biografia essencial, você encontrará tudo o que sempre quis saber sobre Paul McCartney mas não tinha certeza se era mito ou fato.


Sim, Paul McCartney fumou maconha diariamente até depois dos sessenta anos de idade (e parou para não dar mau exemplo à filha pequena, Beatrice). Sim, Paul McCartney e Yoko Ono ainda hoje não se bicam. Sim, ele é considerado mão de vaca até pelos amigos íntimos. Sim, ele é um compositor erudito respeitado por seus pares. E não, ele não está morto. Muito pelo contrário.


No final dos anos 1950, quatro adolescentes de Liverpool se reuniram para mudar para sempre a história da música e o próprio mundo como até então era conhecido. A beatlemania andou de mãos dadas com a revolução cultural dos anos 1960 e, como líder inconteste dos Fab Four (a despeito da opinião dos adoradores de John Lennon), Paul McCartney foi um de seus protagonistas. Mas o autor de "Hey Jude" e tantos sucessos imortais não é apenas o ex-líder do Beatles. Quase cinquenta anos depois do fim da banda, ele continua vivíssimo, no topo das paradas e elogiado pela crítica. 


Aclamada no Reino Unidos e nos EUA, esta biografia é a mais precisa e abrangente já publicada sobre Paul McCartney. Especialista em rock e profundo conhecedor da história dos Beatles, Philip Norman rastreia todos os passos do biografado com o precioso auxílio de entrevistas com membros de seu círculo pessoal. As versões de ex-namoradas, colegas, amigos, familiares e desafetos ajudam o autor de John Lennon: a vida a compor um retrato equilibrado do baixista canhoto que, um dia na vida, saiu de Liverpool com seu instrumento em formato de violino para transformar o rock numa grande arte.

Rita Lee



“Do primeiro disco voador ao último porre, Rita é consistente. Corajosa. Sem culpa nenhuma. Tanto que, ao ler o livro, várias vezes temos a sensação de estar diante de uma bio não autorizada, tamanha a honestidade nas histórias. A infância e os primeiros passos na vida artística; sua prisão em 1976; o encontro de almas com Roberto de Carvalho; o nascimento dos filhos, das músicas e dos discos clássicos; os tropeços e as glórias. 


Está tudo lá. E você pode ter certeza: essa é a obra mais pessoal que ela poderia entregar de presente para nós. Rita cuidou de tudo. Escreveu, escolheu as fotos e criou as legendas - e até decidiu a ordem das imagens -, fez a capa, pensou na contracapa, nas orelhas... Entregou o livro assim: prontinho. Sua essência está nessas páginas. E é exatamente desse modo que a Globo Livros coloca a autobiografia da nossa estrela maior no mercado.” 


Guilherme Samora é jornalista e estudioso do legado cultural de Rita Lee.


Indicação extra!

Bad Reputation: The unauthorized Biography of Joan Jett



 Bad Reputation is the unexpurgated story of Joan Jett, the single most exciting rocker of the American 1980s, one of the biggest-selling acts of the age, and one of punk rock's most valued elder statespeeps. Through its pages, a welter of exclusive interviews and observations paint what might well be the last great tale of rock hedonism, but one that comes with a twist in its tail. The rockers are women, the groupies are guys. It could have been the plot line for a movie or even a sitcom, but the Runaways, Jett's first band, made it happen, and Jett made it last. 

The first serious female rocker of the 1980s, Jett became the template for everyone that followed. But unlike so many of her peers and counterparts, she never lost her credibility, never sold out, and never gave up. And she has backed her reputation up with genuine star power, following the chart-topping "I Love Rock 'n' Roll" one of the most played '80s anthems of all time with "Crimson and Clover," "Do You Wanna Touch Me," and "I Hate Myself for Loving You" before the decade ended. And, while the 1990s saw Jett purposefully step away from the spotlight, she remained, and remains, America's number one Queen of Noise.



Espero que tenham gostado das indicações, e aproveitem para ouvir o bom rock hoje enquanto tem alguma leitura eletrizante, ou uma baladinha romântica no meio de uma cena super fofa!

Feliz dia do Rock, e ótimas leituras~

You May Also Like

4 comentários

  1. OI!
    Com boa roqueira, gostei demais das indicações literárias, afinal, saber um pouco mais dos nossos ídolos é sempre bom, ainda mais quando tem fotos.
    David Bowie, Paul McCartney, Rita Lee, Ozzy Osburn e Kurt Cobain são ícones da minha geração roqueira e amo demais.
    Feliz dia do Rock!
    “Bendito seja eu por tudo o que não sei, gozo tudo isso como quem sabe que há o sol” (Fernando Pessoa)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JULHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá. Creio que este é meu primeiro comentário em um post seu ♥
    Vamos lá...conheço todos esses nomes (quem não XD) mas a única da lista que parei para ler sobre e escutar na época foi a diva Joan Jett...ops e Kurtzinho também, só pela morte dramática. DRAMA "NOIS PIRA". Boas escolhas biográficas e VIVA O ROCK!

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Não sou fã de rock, mas esses são astro realmente incríveis na música do rock, é um gênero muito legal e interessante mas não é meu estilo.

    ResponderExcluir
  4. Acredita que eu não gosto de biografias? Acho uma leitura arrastada, mas se as biografias forem em filmes assisto com o maior prazer. Mas fiquei curiosa sobre a vida de Rita Lee, ícone da cultura do rock brasileiro.

    ResponderExcluir